Aparecida Ramos -  Prosa e Verso
Apenas palavras que a alma e o coração não calam.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



Sonhos de Amor


1f65893949d77075868fab33bbe6ad8c_we.gif


Um banho de sol com raios "dourado"
Desperta meu corpo descansado
Após uma noite de sono tranquilo,
Pelos sonhos de amor... embalado.
 
A chuva que nos visitou à tardinha
Cessou de cair quando anoiteceu, porém,
alguns pingos ainda se ouvia, caindo
À c
onta gotas, na noite de breu.
 
Não sei o que houve no ninho da juriti
Que as roseiras passaram a noite, agitadas
Era um vai e vem das rosas vermelhas
Pareciam apreensivas até na madrugada.

Ouvi, por "baixo do sono"aquele burburinho
Pensei na juriti, nos filhotes em sua guarida,
Mas a roseira amiga mandou-me um recado:
Dorme em paz, coração, tua prece de amor foi ouvida!
****************************

 
 
 
 




 
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 29/01/2017
Alterado em 02/02/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras