Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



Imagem relacionada

Versos Desbotados


Meus versos mergulhados na tristeza
Conceberam um poema lacrimoso
Do tipo que, quem lê não se contém
E acaba entrando em um processo doloroso.

Misturei as nuances do arco íris
Tentando ver o tom que jamais alguém pintou,
As cores misturadas evaporaram
Sobrando apenas a tela incolor.

Reescrevi - o com tinta dos meus olhos
Arriscando outro resultado...
Me perdi no vazio do texto, coisas minhas
O meu triste coração só liberou
Versos doridos, pelas dores desbotados.
############################


 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 14/01/2017
Alterado em 18/01/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras