Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



3758748332_1fe672ec3b.jpg



Gélidas paredes

 
No caos em que me encontro já não espero mudança alguma...
Quem ousaria vir aqui e estender a mão a alguém tão inútil?
Um ser que desperdiçou tempo, saúde e alguns dons
frequentando lugares impróprios e imundos,
ocupando-se apenas de coisas fúteis.

 
Recuso-me a pensar no que dizem as bocas dessa cidade,
nem em como se sentem aqueles que ainda "olham" por mim...

Certamente se soubesse minha mãe teria me abortado, evitando o desperdício de uma vida que jamais valeu a pena, e que há muito tempo espera que esse "calvário" tenha fim.

Tive amigos de infância que não mais me reconhecem, envergonhados estão pelos atos insanos que pratiquei...
Quando passam por mim escondem o rosto, e murmurando seguem me julgando pelas escolhas erradas que busquei.

Mas sinto que ainda resta um fio de esperança
De um dia sair desse mundo obscuro;
Apesar de não saber quando, nem como encontrar uma saída, eu peço forças à divindade que me conceda a chance de enxergar uma luz para que minha alma não venha a ser
--- Eterna vagueante no escuro.
*************************************

(Ísis Dumont)
Interação linda, inspirada e bem vinda!
Obrigada por ilustrar meu texto com seus primorosos versos.
Abraços e Feliz 2017 para você e seus familiares e amigos!


61636-mini.jpg
29/12/2016 18:08 - F Santos
Haverá sempre o amanhã
para quem o hoje não tem
haverá um novo dia
haverá sempre um alguém
que nos traga uma esperança,
que nos volte a ser criança,
que nos traga um novo dia,
que nos cante uma canção,
que nos recite poesias.
**********
Interações são sempre motivo de satisfação e alegria...
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 29/12/2016
Alterado em 01/01/2017
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras