Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



Foi bem difícil!!


Nem parece, né? rs
Recaída da Chikungunya, no dia anterior.
Havia 30 dias que eu não sentia praticamente nada. De repente acordei no sábado de manhã com muitas dores nos ossos, principalmente nas articulações, como se fossem fraturas. Tornozelos bastante inchados. Nesse dia, ia viajar sozinha. Com dificuldades para me locomover, fui enviada para a fila "Preferencial". Pior era o receio de precisar de ajuda, ao sair do avião.Conseguia me ver descendo de cadeira de rodas rs.Felizmente não precisou.
Durante o voo fiz vários "pequenos" movimentos com o pé esquerdo, o mais afetado.
Só para lembrar:
Não somos nada além de aparências, sombras, nuvem passageira. Produzimos sem saber quem irá colher. Até um simples e magrelo mosquito nos derruba, nos deixa receiosos de que coisas piores possam nos acontecer.
Essa "posição' não foi por acaso, nem por causa da foto; realmente, mal podia tocar com o pé no chão.
Por outro lado, à exceção da dor de morte, as outras dores são suportáveis.
Vencendo mais essa, que começou na última semana de abril.

Precisei voltar no hospital e tomar nova medicação. Agora estou bem!
Abraços, beijos e Felicidades!!!
Deus é Mais, muito Mais que tudo!!!!
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 12/07/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras