Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



(POSFÁCIO, UM MERGULHO N'OUTRO MUNDO)


 
Eu não poderia deixar de compartilhar com vocês queridos amigos, leitores e demais visitantes recantistas, este texto que, após algumas leituras, escrevi para a Obra do nobre e grande poeta escritor Miguel Carqueija.
Visitem sua escrivaninha e conheçam seu belo trabalho digno de nossos maiores Aplausos!!
Felicidades e beijos ternos no coração de cada um de vocês!!


 
13391370_1071759286232258_3809746898685242425_o.jpg
 


 
Posfácio (Aparecida Ramos)

 
 
A convite do renomado poeta/escritor Miguel Carqueija, aceitei o ‘desafio’ de escrever algumas linhas sobre o conto “ASTEROID GIRL – Aventuras de Uma “Fora da Lei” - uma história de ficção, drama e realidade que, paralelamente inclui a história de Isabel Toledo, sua companheira de aventura nesta saga. Não apenas a personagem principal, chama a atenção, mas os demais personagens, como o agente de polícia, Alex Bristol, o coronel Brett Meinrado, Isabel Toledo, além de Márcio (o zelador).

Temas da realidade, a exemplo de corrupção, desajuste familiar, descaso do governo para com os menores infratores ou desamparados, sem deixar de lado a questão da escassez de água, uma temática cada vez mais preocupante no mundo. Misturados à ficção científica, os temas reais deram um toque especial à narrativa, levando o público juvenil ou adulto a interessar-se pela leitura até o final, e ainda voltar a ler e reler outras tantas vezes. À medida que o leitor vai mergulhando no universo de “ASTEROID GIRL”, vai sendo contagiado por emoções diversas que a leitura proporciona, nos fazendo sentir (momentaneamente) parte da história. O perfil de garota corajosa, lutadora, ‘justiceira’ e, que, ao mesmo tempo preservou um amor da adolescência, incapaz de esvanecer com o passar do tempo, cativa-nos de tal maneira, ao ponto de, naturalmente, torcermos por um final feliz entre ‘ela’ e seu amor, Alex.

O autor da prequência (Parte 2), Ricardo Guilherme dos Santos foi perfeito ao apresentar a co - protagonista Isabel, narrando com riqueza de detalhes, fatos experenciados pela mesma. Vítima de injustiças do sistema, o drama da adolescente começa logo após a Guerra da Água, seguida pela perda dos pais e os graves problemas causados pela irmã mais velha, e termina com o resgate ‘cinematográfico’ da adolescente na Casa Suspensa.

O sentimento de humanidade está presente em Isabel que, apesar de ter sido molestada pelo Chefe de Polícia, e testemunhar o assassinato brutal de Cibele, ao vê-lo morto, chorou penalizada. “Eu pensei que me sentiria vingada, feliz. Achei que sorriria ao ver Tenório morto, mas ver a vida de alguém sendo tirada – seja quem for – é sempre um espetáculo aterrador. Eu chorei a cântaros. Sim, chorei ao ver a morte do meu carrasco. Jamais cometerei outro assassinato, a menos, é claro, que seja no calor de uma batalha, como único meio de salvar a própria vida ou a de um inocente”.

Permitam-me afirmar que esta ‘leitura’ em sala de aula, irá render muitas discussões e debates enriquecedores.


Minibiografia: Aparecida Ramos, reside em Sertãozinho – PB; professora, poetisa/escritora, cadastrada no Site: Recanto das Letras, sob o pseudônimo: Ísis Dumont (isisdumont.prosaeverso.net). Participante de várias Antologias, a exemplo de: Simplesmente Amor,  Antologia "Amor", Minuto de Poesia, Flores do Recanto, Flores de Natal etc. Autora de um dos Prefácios da Obra de Miguel  Carqueija, O Clube da Luluzinha. Abaixo, link da Fan Page  no Facebook. https://www.facebook.com/Aparecida-Ramos-Prosa-e-Poesia-624275060980685/

http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/5654486
 
 
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 04/06/2016
Alterado em 17/06/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras