Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

 
                                       
 
(DUETO COM PABLO NERUDA)

 
Um verso puxa outro



poesia1.jpg


 
Se um verso leva o poeta a criar outro e mais outros..., deve haver agulha e linha para alinhavá - los, e... assim costurar - se o poema. Após os retoques finais, o poema servirá para vestir, ou talvez 'coincidentemente' cobrir a cabeça
de alguém.

 
Interação fofa, do mestre Miguel Jacó,
ao qual agradeço a gentileza!



O pensamento não para,
E se a rima é o estilo,
Um verso outro suspira,
E o poema já tem cara...


MJ
********
***************************

isisdumontprosaeverso.net
Se cada dia cai

Resultado de imagem para se cada dia cai


 
Se cada dia cai, dentro de cada noite, há um poço onde a claridade está presa. há que sentar-se na beira do poço da sombra e pescar luz caída com paciência.
Pablo Neruda

PS.: Estou, mesmo gradativamente, retribuindo visitas. Paciência, ninguém será esquecido/a rs.
Forte abraço e beijo carinhoso de uma Páscoa super feliz!!

flores4.png
Aparecida Ramos(Ísis Dumont) e Pablo Neruda
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 28/03/2016
Alterado em 28/03/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras