Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


cafe_com_amor.jpg

Doce Aroma

Chego do trabalho
largo meus sapatos
e roupas suadas,
logo tomo banho
Me ponho a descansar
...

Depois abro as cortinas,
deixo livre a janela,
arrumo a nossa cama
para te esperar
...
Entro na cozinha
vou checar a mesa,
a hora está chegando
não és de atrasar,
e se acaso demorar,
amor, sei bem te esperar!
...

Vejo que na mesa
faltam duas taças
trago na bandeja
o vinho envelhecido
...

Um aroma gostoso
circula no ar
comida caseira
aguça o paladar
...
Teu perfume invade a casa
Cheiro de homem menino
em alvos lençóis de linho
...
mais doce aroma não há!
******


Resultado de imagem para eterno
Ísis Dumont
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 05/03/2015
Alterado em 05/03/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras