Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

11015142454_69de0bfa51.jpg

Junto Com a Chuva
 
 
O vento também veio, calmo, tranqüilo, moderado, quase imperceptível!
Chuvas atrasadas...  de janeiro, imagino...
Coisas das variações ou
“mudanças climáticas”
...

Culpa do homem, culpa nossa!
A  Água potável (no mundo) em risco
de extinção...

As previsões (segundo os estudiosos) são tristes, preocupantes, assustadoras,
podemos admitir!

Isso é estimativa real, já configurada em muitos lugares do mundo...
 Inclusive em nosso país!
O Estado de São Paulo é um “clássico” exemplo!

Se a gente pensar muito sobre isso, dar até para perder o sono!
Penso muito mais nas crianças, no futuro
da humanidade!

Por que “deixamos” chegar a esse ponto?
Por que... há pelo menos uma década não se tomou as devidas providências?
Alertas dos cientistas não faltaram!
Mas o homem (burro, idiota, cheio de si) preferiu ignorá-los!
Lamentavelmente!!!
E todos vamos pagar a conta pelo desperdício e descaso das autoridades!!

Penso... nos lugares e países que já sobrevivem com as “crises” de abastecimento, piores
que o nosso...

Hoje pela madrugada começou a chover
por aqui!

Creio que seja um prenúncio do inverno!
Oxalá essa expectativa (de inverno) fosse em outros lugares mais secos do que a
minha região!

Somos pequenos, eu sei, mas... façamos
a nossa parte!

Sejamos (nós) como aquele beija flor,
que...

de gota em gota tentava ajudar a apagar
um incêndio na floresta!

E nós?
Economizando cada dia mais um pouco, podemos fazer esse bem preciosíssimo e insubstituível render muito mais!!!
*******************************************

Amados/as,

Desde janeiro (último) publiquei apenas alguns textos, com pouca disponibilidade, fiquei sem condições de retribuir o carinho de vocês nas visitas. Acabei visitando poucos recantistas.

Agora, retornando desde ontem, após festas, viagens de final e início de ano, visitas e visitas de familiares e amigos... algumas "reformas" (casa) etc.
Esse é meu mundo paralelo. Enquanto existir com saúde não sei viver sem ele rs.

A quantos aqui vieram e deixaram a marca de seu carinho e apreço... meu maior e melhor...
“MUITO OBRIGADA”!!!

Dizer mais o quê?
Apenas... que eu amo e admiro muitoooo cada um/a de Vocês!!!
Ternos beijos e abraços de gigante!!!
rsrs
Já visitando e deixando algumas pétalas de rosas em seus canteiros!
Ninguém ficará sem minha carinhosa retribuição!
************************************
Ísis Dumont
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 25/02/2015
Alterado em 25/02/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras