Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos




Decisão Sensata



Depois de muito refletir,
Decidi fugir para bem longe.
Não vou deixar endereço,
Não quero informar meu contato,
Vou sustituir o chip do meu celular.
Estou certa disso, não quero compromisso.
Não deveremos mais nos encontrar.
A nós, resta esquecer o passado,
Sem precisar lamentar.


Das lembranças dos seus abraços,
Com um certo esforço, me desfaço...
Da intensidade dos seus beijos e desejos,
Enfim... desse amor, ainda sendo imenso,
Onde, tantas vezes, experimentamos "embaraços",
Preciso, mesmo sofrendo, desatar todos os laços...
Não sinta-se culpado... e lembre-se:
Tudo passa, principalmente algo onde
 não vejo mais razão de ser.


Mas... se eu não conseguir
Na hora exata executar o meu plano?
Se me faltarem forças suficientes
Para desse amor me afastar?...
Refaço meu itinerário,
Reorganizo minhas ideias, esqueço meu
orgulho e minha sensatez...
Deixarei no caminho
Todas as pistas possíveis...
Quem sabe, Amor, se desejares...
Me "reencontres" outra vez!



Isis Dumont
Inspiração em "Quem Sabe" da querida amiga
poetisa
Marinez Vidal.
Obrigada, amiga! Valeu a leitura de sua linda poesia! rs

Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 04/03/2013
Alterado em 04/03/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras