Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos





            
            Amar: Fechei os olhos para não te ver

e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei...
O amor é quando a gente mora um no outro.

 
 
 
 
 



Verinha.jpeg



SINTONIA DE ALMAS


Há momentos em que o brilho dos meus olhos projetado na luz dos teus, vê-se inundado pelas  lágrimas que reclamam a ausência desse amor... Embora, também elas deslizam em teu rosto, quando sentes o mesmo por mim.


Isis Dumont
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 22/08/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras