Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


DESCULPA, NÃO VI VOCÊ!...   (INTERAÇÃO)

DA
POETISA EDNA MARIA PESSOA


Ontem, você me ligou...
Parecia zangado, chateado, mal humorado.
Percebi que havias chorado,
Estavas soluçando, quando me perguntastes:
Por que não te abracei,
Não te beijei...
Não te fiz uma poesia.
Não disse que te amava.
Nem que muito te queria.
E sequer, te cumprimentei.
Falastes que ficastes me olhando,
E falando sozinho.
Sentindo meu perfume,
Sentistes ciúme...

Isis Dumont


Ciúme do vento que a minha pele tocava
Os meus cabelos cheirava...
Os meus lábios beijava...
O meu sorriso acariciava
Do meu olhar se embevecia
Na minha respiração revivia
Que do meu perfume inalava as mais embriagadoras
Sensações...
De calor, de carinho, de amor, de alegria.
E com todo esse ciúme não percebestes...
Que não tinha te visto...
Que o vento estava a me levar ao teu encontro...
E fostes embora, sem sentir o que vento estava
A sentir...
A minha ansiedade em te encontrar...!
Edna Maria Pessoa


Muito obrigada  à minha querida amiga  poetisa, 
nordestina igual a mim. Agradeço de coração, linda por aceitar compartilhar comigo esse momento.
Beijos aos nossos amores poetas, poetisas e leitores do RL.
Isis...
Aparecida Ramos(Ísis Dumont) e EDNA MARIA PESSOA
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 16/03/2012
Alterado em 16/03/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras