Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



Simplesmente sendo Eu!



Deus nos criou únicos, com personalidades singulares, com fisionomias, traços, expressões e características originais. Enfim, somos criaturas iguais e diferentes ao mesmo tempo, apesar de pertencermos todos a raça humana que é a única que existe de verdade. Somos partes do todo que compõe a maior e mais importante obra de arte - produto das mãos de nosso Criador. Esse mesmo Deus nos criou não apenas para sermos seres contemplativos da Sua perfeitíssima obra de engenharia e paisagismo: O Universo, mas para sermos principalmente, partícipes da história universal.

Não temos o dever de gostar de todo mundo, já sabemos. Você também não é obrigado (a) a concordar com o que eu falo ou penso. Mas, tem o dever de respeitar, independente de gostar ou não! Não é, nem será meu propósito agradar a gregos e troianos! Não me interessam muito sobre quais adjetivos você utiliza para me classificar ou qualificar. Pouco importa se no seu conceito eu sou doida, inconsequente, "santa" ou tonta!... Ah, imagine, esse  terceiro adjetivo você nem em sonho me daria! Assim é querer demais! (rsrsrsrs).

Entretanto, como amiga, é isso mesmo, sou amiga de todas as pessoas, exceto àquelas que me evitam ou não simpatizam comigo. Sim, como amiga eu tenho um conselho: Se não gosta de mim, nem de minha forma de pensar e de escrever,
simplesmente não me leia! Agora, se você me ama, simpatiza comigo ou pelo menos se identifica com minhas idéias, saiba que eu sou competente o suficiente para retribuir à altura ou até com mais intensidade o seu amor, a sua admiração!

Sou do tipo incapaz de esquecer até um "bom dia" daqueles que terminam com um sorriso simpático que levam o nosso dia "lá pra cima"!!!... Sou totalmente incapaz de esquecer uma palavra dita a meu favor seja a dez anos atrás ou mais! Mas, por outro lado, tenho um grande defeito: Sou também incapaz de esquecer quando me ocorre o contrário! Embora isso não me faça sofrer por muito tempo, nem guardar ressentimentos contra ninguém. Tenho muito zelo pela saúde de meu coração. Preciso continuar saudável! Afinal, viver com saúde é tudo de bom! E mais: Não tenho e não terei a menor disposição, nem disponibilidade para coisas insignificantes! Por isso, uma das minhas boas opções é esta:  escrever e fazer minhas palavras engatinharem pelo mundo afora!...

Entretanto, uma coisa me motiva a viver cada vez mais e melhor: O meu senso de humanidade. É o amor sem preconceito, livre de quaisquer estereótipos, a qualquer ser humano. E é esse sentimento puro, verdadeiro, que brota, que flui de meu melhor gene, que movimenta, que faz "alavancar", que conduz entre pedras e flores esse meu jeito original de caminhar, de ver a vida e de viver, e que me permite dar o melhor de mim, mesmo quando subo ou desço ladeiras pedregosas.

Lembrando que, tenho ainda muito chão pela frente. As páginas de minha história não podem ficar inacabadas, nem tão pouco, em branco! Por isso, aproveite o máximo você também! Cante, dance, viva intensamente! O tempo não pára, a vida passa depressa. Não a desperdice! Dê também o melhor que você tem! E, seja muito, muito feliz!!!

Grata por sua visita, associação e simpatia! Beijos no seu coração e abraços de luz!!!

               Isis Dumont
( Escrevi e publiquei hoje no meu Blog)
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 10/11/2011
Alterado em 09/10/2018
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras