Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


 
Amor doce canção

Para o amor não existe dia, nem hora,
nem tempo marcado,
mas esse dia para mim é mais propício.
Não sei como te falar sem demonstrar,
sem deixar transparecer
que é 'pretensão'.
Talvez eu não consiga nem por um momento,
 mas para falar a verdade
eu nem quero conseguir
segurar minha alma
para que não encoste na tua.
Certamente não poderei elevá-la acima de ti.
Mas o que eu gostaria mesmo
seria poder levá-la um lugar deserto,
cheio de natureza,
sim, somente natureza,
mesmo que fosse um local distante,
desconhecido, mas silencioso,
desses que permanecem calmos quando
nossos corações aceleram.
Porque só nós sabemos o que nos toca e
o quanto toca a mim e a ti e o quanto isso
nos faz mais unidos
semelhantes a 'um arco de violino'
Penso que precisamos descobrir
a qual instrumento estamos atados.
E qual violinista nos tem nas mãos.
Oh, amor doce canção!
*****

Link da imagem:

https://www.google.com/search?q=doce+canção&client=firefox-b-d&source=
Neste dia, quando a vida há "alguns" anos
me sorriu e me acolheu.

Inspiração após ler:
Canção de amor

de: (Rainer Maria Rilke)

(Natural de Praga, Império Austro-Húngaro, atual República Tcheca, nascido em 4 de dezembro de 1875 —sua morte ocorreu em Valmont, Suíça, 29 de dezembro de 1926) foi novelista e poeta, de língua alemã do século XX. Escreveu também poemas em francês.



 
Aparecida Ramos
Enviado por Aparecida Ramos em 18/08/2020
Alterado em 19/08/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras