Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

 
Por que a doença foi batizada de Covid-19?
    "Co" significa Corona, "vi" vem de vírus,
    e "d"representa"doença". O número 19 indica o
    ano de sua aparição, 2019. Esse nome substitui
    o de 2019-nCoV, decidido provisoriamente
    após o surgimento da doença respiratória. O novo
    nome foi escolhido por ser fácil de pronunciar
    e não ter referência estigmatizante a um país
   ou a uma população em particular...
.
https://www.uol.com.br/vivabem/noticias
images?q=tbn%3AANd9GcT_OmJuN_0n9E01wBGQoq_anuKuWB-UPWokiLhTBthg7BY0qh8Y
 
EM TEMPOS DE COVID-19
         Estive, durante a manhã da última quarta-feira, em uma Clínica Oftalmológica, para realizar um exame de rotina. Confesso que o clima naquele ambiente, em virtude do Coronavírus (que passou a ser o assunto mais preocupante e comentado em todo o mundo), estava um tanto estranho. Eu havia estado lá na sexta-feira, há apenas 4/5 dias antes, quando tudo ainda era normal aparentemente. De repente, e isso demonstra a rapidez não somente das informações veiculadas, mas também remete à celeridade com a qual o Covid-19 se prolifera. Notei que todos os funcionários usavam máscaras, inclusive alguns pacientes idosos também aderiram a esse acessório, mais por precaução, tendo em vista que muitos tem baixa imunidade e, consequentemente saúde fragilizada.
istock-916808662-2-1_770x433_acf_cropped.jpg
     Havia um certo estranhamento nos semblantes da maioria das pessoas na Clínica. Notei que, quase ninguém conversava e não era por causa do celular não. Entre aqueles que arriscavam trocar umas palavras, mal dava para alguém ouvir além do próprio receptor. Saí dali com um pressentimento ruim, um misto de temor e incompreensão por desconhecer que, ao longo de minha vida nunca ter vivido momento semelhante a este. Talvez se estivessem ainda neste plano meus avós maternos que partiram em 1980/1981, (ele aos 101, e ela aos 89) tivessem a mesma opinião.
        Apesar de não termos ainda informações sequer de casos suspeitos em nossa região até àquele momento, porém, já no final da tarde tomei conhecimento do primeiro caso confirmado na capital do Estado, mais 80 que estavam sob investigação. Sabemos que as pessoas estão tensas, apreensivas, preocupadas e com medo. O pior é que, nem temos muito o que fazer além de nos cuidarmos conforme as orientações que vem dos orgãos governamentais. No entanto, muitas pessoas ouvem, mas não entendem quase nada, outros nem dão importância ao que ouvem, pensam que não se trata de nada sério ou que não chegará até "eles/elas". Essas não entendem que a conta chegou... e chegou para todos, e não é pequena não!
        É fato e todos(as) sabemos que existem muitas falácias da parte de pessoas desocupadas ou mal intencionadas, em torno desse evento maléfico, e isso, frequentemente tem resultado em fakes news. Nem todas as pessoas se preocupam em investigar a fonte, saber quem está por trás, e descobrir a veracidade e credibilidade de determinadas informações. Entretanto, afora isso, à cada dia e à cada hora que passam estamos sentindo e percebendo o quanto essa doença é terrível, e mais que isso, é um vírus letal já em muitos e/ou em milhares de casos pelo mundo.
      Caríssimos(as), precisamos estar reclusos(as) em nossas casas. Afinal, esta é a orientação que recebemos diariamente das autoridades responsáveis. Necessitamos, se for o caso, manter alguns cuidados com relação ao público e às demais pessoas, se tiver que ir ao trabalho. Mais do que nunca se faz necessário nos protegermos e às nossas famílias, de certa forma, afastar os riscos de contágio às demais pessoas. Inclusive, deixarei o retorno da consulta para quando passar essa fase crítica. Certamente a Clínica também não abrirá. E, caso eu fosse nessa semana, iria usar máscara porque o inimigo não estar para brincadeira, além de invisível é mortal em diversas situações.
       Hoje, meu estado já contabiliza
"17 pacientes internados com suspeita de coronavírus, sendo 4 em UTI’s". "Ainda segundo o Governo, o estado segue apenas com um caso confirmado de Covid-19, 40 descartados e 187 em investigação. Essas notificações foram feitas antes da mudança para o estágio de mitigação".
        Aproveitemos nossa reclusão (em casa) para refletir, para nos converter, nos voltarmos para o nosso Deus, Ele que nos quer sempre ao seu lado. Exercitemos também o diálogo, o companheirismo para com aqueles/aquelas que vivem ou convivem conosco. Coloquemos em prática nossa solidariedade e empatia. Talvez seja isso que nos faltam.
Aparecida Ramos
Gratidão a você!
Um super beijo à distância rs.

.

 
Aparecida Ramos
Enviado por Aparecida Ramos em 22/03/2020
Alterado em 30/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras