Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


Idílio
 
 
Como eu gosto do campo,
de flores, chuvas e vento,
das folhas forrando o chão,
dos rios, lagoas, vertentes.
Gosto de ti que és árvore
de onde vão caindo frutos
em forma de poesia
sobre meus olhos contentes.
 
Deito-me em ti que és margem
no deserto de meus silêncios,
que navegam mundo afora
em rios ou afluentes.
Tua sombra sobre meu corpo,
peregrinar nos ocidentes,
vestida de amanhecer 
bordado de estrelas cadentes.
**************************************
www.isisdumont.prosaeverso.net
Inspiração ao ler Idílio de Cecília Meireles.
 
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 05/07/2019
Alterado em 07/07/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras