Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos




Não perca o pôr do Sol

O que é a manhã, se não a espera tão obvia
tão certa de vermos, pela luz Solar
nossos rostos refletidos nas águas do regato.

O que é a tarde, se não outra espera tão nítida,
mais lenta,de observarmos o amarelecer dasfolhas
das folhas sem vigor quando tudo é cansaço.

O que é a noite, se não uma saudade silenciosa.
Lembrança que atravessa os trilhos da alma,
numa lágrima escorrendo ao olhar para trás,
quando o trem se  despede sumindo na curva.

Tornai, ó Céus, sábias as mentes cujas bocas
tudo dizem, tudo sensuram sem saber.
Desprezíveis são as conjecturas tecidas nas calçadas,
nos bares, nas casas, oriundas de mentes que
elaboram discursos nas bocas sujas que mentem
e quase nunca se ressentem.
******************************************
***************************



 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 05/05/2018
Alterado em 08/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras