Ísis Dumont -  Prosa e Verso
Apenas palavras que a alma e o coração não calam.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



Era meu amigo
 
Ele era espetacular, tão especial,
cabia inteiro dentro de um poema,
desses que surgem no meio da noite,
inspirado nos momentos de insônia.
 
Alguns passos de nossa casa, e lá estava ele.
algumas vezes me convidando para assistirmos
um filme no final de semana...
Pedia para me acompanhar até à porta da Escola.
 
Certa vez me fez prometer que se um dia eu resolvesse rabiscar palavras, o primeiro poema
seria para ele.
E eu o fiz... fiz mais que um poema... Cantei uma canção em sua homenagem, tão suave e terna...  que fez as rosas paralisarem, a chuva parar para ouvir e os passarinhos acompanharam a melodia
com seus trinos maviosos.
 
Talvez alguns versos ainda se debrucem
no muro da vida,
e imitando tua voz me chamem
ainda para recomeçar.
..
E lá estaremos nós, explicação de vidas minhas,
como animais de estimação perdidos de seus donos.
***********************************************
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 15/12/2017
Alterado em 15/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras