Ísis Dumont -  Prosa e Verso

 

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.



Textos


Doçura refinada

O amor é dos suspiros a fumaça;
puro, é fogo que os olhos ameaça;
revolto, um mar de lágrimas de amantes...
Que mais será?
Loucura temperada,
fel ingrato, doçura refinada.

William Shakespeare

 
 
Doces Suspiros de Amor

 
O dia foi ‘cheio’, mas também de esperança...
Mesmo trabalhando, tenho tantas razões para sorrir.
Me habituei a pensar em ti, quando na distância.


Entra pela janela de meu quarto, doce melodia.
Remete-me à Canção... que para mim fizeste.
Não imaginas quão feliz eu sou, vivendo ese amor.

Nem dá para descrever o prazer sentido em teus braços.
Cada amanhecer e cada anoitecer tem os mesmos encantos.
Enlevos de um amor que nasceu sob o brilho da Lua.
A mesma 'Lua' que nos inspirou um  poema apaixonado.
E nos uniu..., eternizando nossos laços!
******************

Resultado de imagem para suspiros de amor, luar
www.isisdumont.prosaeverso.net
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 23/11/2017
Alterado em 26/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras