Aparecida Ramos -  Prosa e Verso
Apenas palavras que a alma e o coração não calam.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Frieza, Indiferença e Dissimulação

"Toda dor pode ser suportada se sobre ela for
contada uma história".
Hanna Arendt

 
Eu gostaria de está aqui agora escrevendo alguns versos. Sim, eu quase “juro” que gostaria. Falo assim, porque aprendi quando era criança, que jurar era/é pecado rs.

Seria o interior de alguém um poço vazio e escuro como a noite sem luar?
O que será que existe por trás da alma de uma pessoa "visivelmente" indiferente, fria e dissimulada?

Como conviver bem ou pelo menos tentar uma convivência pacífica, harmoniosa, suportável diante de alguém que mesmo se desculpando pelas falhas, insiste em cometer  as mesmas grosserias, embora tente passar (para quem não conhece) uma imagem de "naturalidade"?


Às vezes o carinho, a atenção e a boa vontade direcionados, expressam, ainda que de forma sutil, determinada antipatia e frieza, porque, realmente é o que a pessoa sente, e não consegue dissimular totalmente, através da energia transmitida. É como se alguém que assim se comporta, possuísse uma áurea negativa, ruim, relacionada a "nós".

É possível a gente se sentir bastante à vontade ou... bem desconfortável próximo de certas pessoas. E, nem precisamos ser "profissionais" para perceber, no segundo caso, quando nossa presença incomoda e que, naquele lugar não tem lugar para "nós".

Por outro lado, ser "excessivamente" transparente, pode resultar  na construção de determinadas inimizades, porque, disfarçar o que sentimos e pensamos, o tempo todo, é... humanamente impossível.

A inveja, o amor contrariado, podem estar expressos em gestos de indiferença, de antipatia e, porque não dizer: na falta de respeito ao ser... Pessoas assim, mesmo camufladas, parecem querer nos dizer:
"Eu não me importo, você não significa nada, portanto, não te devo respeito. Sua presença ou ausência, dá no mesmo!"

O amor, o acolhimento e, principalmente o respeito que se espera de outro ser humano, precisam estar expressos no "Cuidar.
É possível  que determinados comportamentos sejam passíveis de ajuda de um profissional, mas, muitas vezes a dificuldade maior reside no fato de, a pessoa não reconhecer  que está precisando de ajuda.

http://www.isisdumont.prosaeverso.net/publicacoes.php
https://www.facebook.com/2016Amorempoesia/
Resultado de imagem para frieza, indiferença e dissimulação
Imagem do Google- Cena do filme: Cisne Negro.

 
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 20/06/2017
Alterado em 20/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras