Aparecida Ramos -  Prosa e Verso
Apenas palavras que a alma e o coração não calam.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



ABAIXO O ÓDIO, SENHORES DAS GUERRAS!

Resultado de imagem para papa francisco contra as guerras
       Segundo as palavras do santo padre, Papa Francisco, são os desarmados que pagam o mais alto preço pelos pecados que atualmente se manifestam destrutivamente, presentes nas guerras, nos abusos e em todas as formas de violência, inclusive no abandono dos mais fragilizados.
      Um sentimento particular, de dor, tomou conta de seu coração nesta semana Santa, após os atentados no Domingo de Ramos no Egito contra duas igrejas coptas cristãs, que mataram 45 pessoas.
       Em uma entrevista ao "La Repubblica", jornal italiano, nessa quinta- feira Santa, o pontífice reiterou seu apelo, pedindo paz para um mundo marcado por conflitos e guerras. Francisco pediu ao mundo que "detenham os senhores da guerra". Esses, os únicos que lucram com "ela", a guerra.
"Sinto que devo pedir com mais força pela paz neste mundo submetido aos desmandos dos traficantes de armas que se beneficiam com o sangue de homens e mulheres", confessou.
 
        Durante a entrevista, o papa afirmou que questiona continuamente o propósito destas guerras e se a violência desencadeada não acaba por beneficiar apenas "alguns senhores da guerra".
 
       "Digo e repito mais uma vez: a violência não é a cura para um mundo destroçado. Responder à violência com violência leva, na melhor das hipóteses, às migrações forçadas e ao sofrimento", ressaltou.  "Grandes quantidades de recursos são destinados para fins militares e são subtraídos dos (fundos) para as necessidades dos jovens, famílias em dificuldades, idosos e doentes, para a grande maioria das pessoas no mundo", disse ele. O papa teme que muitas das atuais guerras terminem por "levar à morte, física e espiritual, de muitos, se não todos".
 
     A guerra é um grande negócio, especialmente para a indústria de armas, de acordo com o Instituto SIPRI de Estocolmo, que publicou há dois anos um relatório sobre as vendas das cem maiores fabricantes de armas no mundo.
g1.com.mundo/noticia
 
 
 
 


 
Ísis Dumont, Papa Francisco e g1.com/mundo/noticia
Enviado por Ísis Dumont em 14/04/2017
Alterado em 14/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras