Aparecida Ramos -  Prosa e Verso
Apenas palavras que a alma e o coração não calam.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Resultado de imagem para fascinante

QUE FASCÍNIO É ESTE?


Quisera saber de onde viestes exalando ternura naquela tarde de outono,
quando em mim havia apenas as lembranças de uma linda história...
Dessas que mesmo havendo passado,
o fato de lembrar, à alma revigora.

Onde ouviste falar de mim, como sabes meu nome e meu endereço?
Demoro a acreditar que era eu realmente a pessoa que buscavas.
Sossegada eu estava... Se existe ou não o amor
já não me importava.

Você chegou em uma nuvem, minutos antes de a lua ressurgir radiosa e bela.
Sua terna voz pude ouvir, doce melodia e
suave perfume de jasmim adentrando
em minha janela. 

Neste momento penso em ti, sinto tua presença, teu hálito, teu cheiro... Tudo aqui lembra você, e essa saudade que tanto machuca... o que fazer quando aqui não estás?

Amar você me faz sonhar e acreditar, me faz sentir que esse amor me leva até às nuvens, me faz tocar a lua, brincar com as estrelas, viver no céu.

Na tua ausência, soam em meus ouvidos a delicadeza de tuas palavras...
Nesse momento esqueço a vida lá fora,
para absorver a ternura que emana de ti,
desse amor que me deixa louca, envolvida em um fascínio, uma paixão que virou  amor... sem fim!
******************************************

"Palavras da Alma"- Crônicas e Poemas
 
 

 
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 09/04/2017
Alterado em 09/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras