Aparecida Ramos -  Prosa e Verso
Apenas palavras que a alma e o coração não calam.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
Palavra minha palavra
(meu perfil atual)

 
 
Minha palavra não diz, nem
significa nada, independente do contexto,
se através da mesma 
 eu não conseguir
tocar teu coração.
 
 
 
            Mnha palavra não diz nada... absolutamente nada! Nada que você já não saiba. Nada que você não tenha visto antes ou lido em algum pára choque de caminhão ou em um desses cartazes pregados em "pontos" de ônibus.
      Tantas vezes minha palavra se esconde ou aparece camuflada, quando não resolve ficar simplesmente calada.
     Minha palavra, às vezes surge enfraquecida, anêmica, esmaecida, smilinguida, tentando ficar de pé, embora quanto mais tenta se "aprumar" mais se desequilibra.
Ah... a palavra...
          Minha palavra, quando some, também ressurge entre os cactos, sacudindo os espinhos e a poeira do ressecado solo nordestino. Minha palavra ainda que desmotivada, ela sabe que, esconder-se, omitir-se por muito tempo, significa demonstração de fraqueza e até de covardia.
    Minha palavra... azeda, insuportável, deselegante, desorganizada, repetitiva... às vezes foge, foge de mim, mas para retornar um pouco mais "tragável", mais suportável, mais viva, para assim poder falar não somente de lágrimas, de dor, mas de amor, de vida, até que resolva me deixar novamente... sem palavra.
********************************************
isisdumont.prosaeverso.net
Resultado de imagem para palavra minha palavra






 

 
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 25/02/2017
Alterado em 05/03/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras