Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


 

Todos os versos

Hoje eu quero 
o verso
inverso
perverso
subverso, 
respingando poesia 
nos recônditos mais secretos 
do meu coração.

 
Quero a poesia 
lírica
assim como
esse verso
que
sou
mesmo sem
ter sido.

Quero a essência
do verso
desconhecido
imerso 
no vácuo
da mais densa
solidão
e a "amplitude"
da vida,
de braços 
estendidos
em minha 
direção.

Mesmo que
eu seja
de todos
esquecido/a
por ser
nesta vida
somente
um verso
vão.

***********************
                                isisdumont.prosaeverso.net
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 14/06/2016
Alterado em 14/06/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras