Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


Abundante felicidade


12494679_967336700007851_8193258231659154333_n.jpg?oh=70a073efa2730a3693cc0f6d4fca7d93&oe=5745CA12&__gda__=1463148566_1c219105928b47eb4fe9a5a9d702b47f


Quero que as paredes estendam os braços e
abracem meus versos, e esses
Virem sementes em qualquer estação.
Tenho poemas que as pedras ainda não leram,
Cobertos pelos musgos 'viraram' ilegíveis.
Há, não duvido, quem não me 'ache' normal
E isso está correto...
Ser normal é chato, me faz sentir tédio,
Deixaria minha poesia exausta...
E com pena de mim.
Nasci com predisposição para a felicidade
Tenho pressa de multiplicar o que traz
Esse meu gene 'incomum'.
Por isso...
Não estranhem se me virem
Valorizando coisas ou pessoas 'sem importância'.
Isso faz parte da abundância de felicidade
Que meu ser insignificante e anormal possui.
************************************
******************
Aparecida Ramos

12507552_966200050121516_3809519460604556028_n.png?oh=67f80f5eedbced9f424cbbc23cd78d6d&oe=574070AB&__gda__=1460216221_299deeb2f5193347c00973b4d348272a

Já em casa, aqui postando e de hoje em diante
retribuindo o carinho de vocês,
Caríssimos amigos e amigas e demais leitores recantistas!
Muito obrigada pela presença, pelos comentários e
por apreciarem minhas singelas palavras!
Deus abençoe a todos nós!
Beijos com amor e afetos!!!

foto/perfil, sonolenta, em fim de noite/festa tradicional (recente) na cidade. Festa que "forçadamente" eu curto sem sair ... O palco e tudo mais fica em frente à minha casa rs.

Inspirou-me "O apanhador de desperdícios"
de Manoel de Barros
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 16/01/2016
Alterado em 16/01/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras