Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



tumblr_m6duwnDkCS1qff2zyo1_500.jpg


É preciso não dizer nada


É preciso não dizer nada

mesmo que a gaiola esteja entreaberta

e o rouxinol corra o risco de fugir e
não mais retornar.

Ainda  que haja a soluçar
um coração triste, o mesmo que, por inúmeras vezes cantava de felicidade.


É preciso não dizer nada
ainda que a oração das 'seis'
seja suspensa e...
ainda que um certo rosto
ensaie um sorriso que não sai
porque de saudade os olhos,
inúmeras vezes  lacrimejaram.
É preciso não dizer nada
quando pressentimos que,
nossas palavras não mais sensibilizam,
nossas 'notas' não mais se harmonizam
e nossos sentimentos passam
despercebidos.
No entanto...
precisamos continuar 'vivos' e atentos
levando a sério nossos atos 
registrados pelo amigo tempo,
porque...
a 'posse' do resto, por maior que
seja o sonho... não
 cabe a gente.

****************************************
*****************
Inspiração:
'É preciso não esquecer nada'
Por: Cecília Meireles


1610832_920705548004965_105764637967550661_n.jpg?oh=c299178896eb7284d4f8577b235a6b16&oe=5685D615&__gda__=1456374548_0416ba85c845eadb2f5554a0694ee15e
 
 
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 23/10/2015
Alterado em 25/10/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras