Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


 
Perante o pôr do sol
 
É possível que você ainda tenha algo interessante a me dizer.
Peço-lhe que, por favor, queira se expressar o quanto antes.
Guardar palavras que precisam e merecem ser ditas, não faz bem, não é legal.
Conhece minha 'capacidade' para ouvir, e sabes também que sei ouvir com o coração.
Quando esse dia chegar, minha alma mais uma vez te sentirá e calmamente te fará repousar no aconchego,
do qual, nunca ficaste ausente.
Compreendo cada palavra, cada gesto teu, inclusive os que vão além da razão.
Estarás tranquilo, recebendo a ternura de meu sorriso, e verás que ainda poderemos caminhar de mãos dadas sobre a mesma ponte que um dia nos uniu, perante o mais belo pôr do sol que já se viu... A ponte ainda é a mesma que (tristemente) nos pôs em lados opostos, acenando com um lenço branco e, cobrindo o rosto com as mãos, na tentativa de ocultar lágrimas de amor e saudade.
*****************
Ísis Dumont

Caríssimos, por motivo superior, estou atrasada nas visitas em suas páginas, mas gradativamente, na medida do possível ,todos serão carinhosamente retribuídos.
Beijos e sonhos lindos!!


 
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 15/09/2015
Alterado em 15/09/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras