Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


images?q=tbn:ANd9GcS06qQU9sbszsJE8iD5LPKnGuJyp00jIfqci3DT5xUtOg9uaslvfQ


Sobre os Ombros


Tinha no olhar uma nuvem de tristeza. O cansaço diário trouxe-lhe um ar de abatimento, fazendo-lhe parecer com alguns anos a mais.  A vida lhe trouxera 'surpresas' adversas, imprevistas... A responsabilidade a dois é grande demais para ser conduzida (ainda que 'momentaneamente') por apenas um. Ciente de que... compreender certas situações é por vezes bastante complicado, busca forças nas fragilidades para conduzir (com sabedoria ou às vezes sem entender muita coisa) o barco sob seu comando.  Há quem enxergue o que está do outro lado do mundo, enquanto opta por continuar cego diante do mundo a seus pés. Seus caminhos percorridos em noites sombrias e dias opacos,  lhe trarão regozijo no final.
**********___________*********
proxy?url=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-IfzteyglQD8%2FVGt1Du98DzI%2FAAAAAAAAFOs%2FYGlGnCmtyZo%2Fs1600%2Fassinatura_1%252B(1).gif&container=blogger&gadget=a&rewriteMime=image%2F*


 
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 10/03/2015
Alterado em 12/03/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras