Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


10882278_782573965151458_8681262424531958528_n.jpg?oh=28d0b83423ec5d1c311ba039f2341edd&oe=5536AE00
Ivanilda, amiga, ex-aluna (RJ), em minha casa, hoje (16/01), matando saudades; gente que amo, conheço desde criança (ela).

10928853_782586981816823_8735097902589481434_n.jpg?oh=b8b21830643f14c8d3d5fbcdd4658703&oe=5530F3F5&__gda__=1433373764_f69c148a3801582d7be27c52a5c020c5
Marlene e Maninho (casal carioca) amigos maravilhosos, e vizinhos de minha irmã, em visita por aqui (hoje).

AMIGOS...


Amigos RECANTISTAS e...

                   os "não-Autenticados",

mas Verdadeiros
...


Não é verdade, eu não te esqueci,
É que às vezes preciso sair...

São tantas coisas para "administrar",
Me cansa um pouco esse caminhar,
Fazer o quê, se viver também é isso?
Um peregrinar, um tal de correr "riscos"?...

Pra quê mentir se todos vivem assim?
Pra que fingir que tu não vives em mim?
Como falar que não sinto saudades
De nossos passeios todo fim de tarde?

Pra que buscar pra tudo explicação?
Como sonhar e dizer que isso é ilusão?
Como negar que não quero te ver...
Se tudo que mais quero é encontrar você?...

************************************************
Aparecida Ramos

isisdumontprosaeverso.net

Dedico esses versos (sem graça) às minhas amigas e amigos,
especialmente... em função de minha (involuntária) "ausência"
em suas páginas.
&&&
Beijos, beijos, beijos!!!

 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 12/01/2015
Alterado em 16/01/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras