Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

te_adoro_-116.gif
És Todo Amor


Sutil... tua poesia me olha através da janela,
desce as escadas, ora com  largo sorriso,
ora com ar de "seriedade" que em ti... sei que não existe,
 E... feito pássaro vem pousar na minha mão.
És um poema daqueles que
somente os que amam e se apaixonam
pela primeira vez, sabem sê-lo...
Ainda que momentaneamente não me compreendas,
ou quando pareces zangado comigo,
Mesmo quando finges que não vais me responder,
Quando me falas o que não deverias
e... ás vezes nem lembras de pedir desculpas,
Ainda que acredites algumas vezes que
o universo conspira contra nós...
Eu vivo esse contágio pelo vírus da ternura,
da doçura que inoculastes em mim e,
para o qual dispenso qualquer antídoto.
Enfim...
apesar de tudo,  amor...
"És todo Amor"...
Em mim.
*******

orkut-hi5-amor_%252835%2529.gif
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 26/12/2014
Alterado em 26/12/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras