Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

download.jpg
Meu amigo "tempo"

Sinceramente...

Não sei o que há contigo!
Em um momento tu chegas ansioso,
Sorridente, feliz, afaga meu rosto,
Me beija e abraça,
Diz que estava morrendo de saudades,
Que não vais mais ficar distante,
Que precisas de uma nova chance
E que és feliz por ser meu amigo...

Os dias passam e tudo parece real, tão normal!
De uma hora para outra,
Como se fosses o próprio tempo,
Mas sem previsões metereológicas,  
Tudo se transforma:
O céu fica nublado acinzentado,
A lua perde a beleza, triste, desaparece
nas alamedas do firmamento.
As estrelas, sem brilho algum, pranteiam
tua ausência, solidárias comigo.

E teu sorriso vai se desfazendo; tua presença, sem avisar,
some durante o arrebol ou pela manhã
antes do nascer do sol...
Sem dizer se algum dia,
Mais uma vez irás voltar, querido amigo!
**************

isisdumontprosaeverso.net
 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 10/08/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras