Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

ariadne.png

Tuas Mãos

Tuas mãos percorrem meu corpo,
Deslizam suave e sutilmente,
Afagando-me e despertando
Os desejos mais ensandecidos.

Pausadamente... tuas mãos em
Meu corpo e esse proposital silêncio  
São prenúncios de que não desejas
Chegar ao fim.

Tuas mãos são mãos de anjo,
Que me toma por inteiro,
Tem o toque sutil, verdadeiro.
Em meu corpo velejam
Sem descansar.

Ah! Essas tuas mãos  em mim,
Me levam ao infinito...
Trazendo de volta nossos sonhos
E a certeza de vivermos
Os momentos de amor mais bonito!

Ah! Amor, essas tuas mão em mim,
Tocam pontos sensíveis e nos
levam à loucura...
Nossas almas suspiram de prazer,
Nos fazem ser apenas "um" e quando
Nos amamos é pra valer...
Submersos nessa explosão de sensações e paixão que não termina com
o amanhecer!
*******
Ísis Dumont


images?q=tbn:ANd9GcR99WS3BKRmXQG5uxGucD1MRPDKSyIpdA1W30C4DrJyNIpHpSwFTw


 



 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 06/08/2014
Alterado em 07/08/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras