Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

l.jpg
Eterno

Eu sabia que despedida faz doer dentro do peito uma dor que até parece não ter cura...
Eu sabia que saudade também dói, faz estragos, traz insônia, é uma tortura...

Eu sabia que solidão só passa quando nossos olhos se encontram no olhar que um dia, sem saber, nos encantou...
Eu sabia que amar também significa sofrer, até por alguém que não consegue mensurar a intensidade desse amor...

Eu sabia que apesar das "diferenças", tu és a grande razão da minha vida...
Eu já sabia e hoje sei mais do que nunca que o tempo me habituou a esse teu jeito e te fez "Eterno" morador dentro de mim!
******************************
Ísis Dumont
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 28/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras