Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


Feito sol e lua
 
Eu sempre te pressenti.
Inútil foi tentar esquecer você,
Impossível disfarçar perante outras pessoas,
Como eu te conhecia,
Te percebia,
E te pressentia...
Não precisava estar ao teu lado para
Conseguir reconhecer teu tom de voz,
Sentir teu cheiro,
Saber a posição que gostas de dormir,
Conhecer tuas preferências,
Teus gostos mais “refinados”.
Pressenti quando algo não estava bem contigo,
Quando, quase não falavas mais comigo.
A economia de tuas palavras
Me fez imaginar o que realmente se passava.
E, quando tudo passou, me falastes o que eu
Já havia previsto.
Vi como ficastes surpreso!

Nossa! O teu silêncio diz muito de ti, de nós!
E me deixa louca de saudades!!!!
Ah! É uma pena que nunca nos tocamos.
Nunca iremos nos ver
Ou... até nos veremos
Feito sol e lua...
"num" tempo onde
não haverá mais previsão de eclípse.

****************
Ísis Dumont
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 23/05/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras