Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

 
 
Caminhando na relva ou sobre pedras, procuro sempre ouvir Sua voz. No deserto vejo Suas pegadas, admiro em qualquer lugar a obra por Ele criada.
A aridez do solo, a paisagem cinzenta composta de gravetos ressequidos quando demora chover, não podem me fazer esquecer desse compromisso. Sua voz soa dentro de mim. Às vezes, compreendo Sua linguagem, Seus pedidos, em outros momentos fico cheia de dúvidas. Quando isso ocorre, não sei responder. A verdade é que na maioria das vezes me ponho ao Seu dispor. E respondo para Ele:
Senhor aqui estou, Tu sabes bem onde me encontrar, sabes tudo que há dentro de mim, conheces como ninguém meu coração, por isso, usa-me! Faz de mim um instrumento a Teu favor, mas antes renova meu coração, purifica meu espírito e ensina-me a amar!
Ainda sendo a menor das criaturas, sei que em Ti sou importante. Recebe, Pai, minha súplica, ouve minha alma, e acalma minha aflição. Sou Tua filha querida, Senhor, confio no Amor Maior. Obrigada por fazer-me produto de Vossas mãos!!!


Beijos!!!!!!!

Boa tarde!!!
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 10/11/2013
Alterado em 11/11/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras