Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


Somente Ele



Percorre as alamedas da rua onde moro
Trazendo paixão ardente embalada
em versos despudorados
Atravessa a passos largos o portão
de entrada...
Folgado, exibe seu corpo sedutor na
poltrona da sala.

Passeia por todos os cômodos como se a
casa 
fosse sua,
Observa  todos  os meus passos,
Confere minhas correspondências,
Escolhe por mim as músicas que devo ouvir,
Depois de satisfazer sua curiosidade,
Acena para meu olhar e parte em seguida

Levando consigo a alma e a vestimenta do
corpo que ficou.



Isis Dumont
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 23/10/2013
Alterado em 24/10/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras