Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

Um Dia Irei te Esquecer
 


Cai a tarde e junto chega a penumbra 
cobrindo a terra, de

    escuridão.

Se fixo meu olhar por alguns segundos
vejo a noite entrando a passos largos,  sorrateiramente.

Olho o céu escuro e minhas retinas 
se confundem com espaços vazios de nuvens
que migraram para

o ocidente...
Nessa hora, sem querer, todas as
lembranças de você me
vem à mente.

Não quero te ver sofrer!  Amor, siga em frente!
Mesmo que nas noites mais frias
elas encham teu coração
de emoções inúteis...
perdidas
 no desenrolar da trama
mais fútil.

 
Vejo em teu olhar mais que desejo,  mas 
às vezes passa-me
a  sensação de desistência. 

Sinto que teu amor é verdadeiro, embora
depois veja esvair-se feito neblina.
E nesse jogo já não sei se fico
ou desapareço,..
Não sei se vivo ou se "amorteço",
Mas penso que um dia te esqueço.

Sou a rosa pendente no último galho
da roseira.

Nem percebes que necessito de mais
 espaço para me desenvolver.
Fui, em teu jardim, passarinho solitário.
À distância, por muito tempo fiquei
 a te observar.

A cada vitória tua, mesmo sendo
pequena eu vibrava, comemorava.
E à cada lágrima que escorria do teu olhar,
 silenciosamente, eu também chorava.

Não quero com isso, amor, te comover.
Mas penso que um dia irei te esquecer!


***Isis***
Inspiração em "Um dia te esqueço", do poeta Cassio Seagul, a quem agradeço a ideia.

 
 http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/4372123
 
 
Ísis Dumont
Enviado por Ísis Dumont em 12/08/2013
Alterado em 14/08/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras