Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



images?q=tbn:ANd9GcT6YaWv0STEJXzLswT87V9vMAxqFzdfUJOWF7VXn882hC-FQlirBg


SE EU PUDESSE TE FALAR



Hoje senti uma necessidade enorme de contar pra você,
Coisas que não conto para mais ninguém...
A escuridão aprisionou meus desejos, meus ideais.
Sonhar  já não faz parte dessa minha estranha vida.
Minha ingenuidade me fez prisioneira de ti.
Meus sentimentos por ti são tantos
Que já não cabem mais em mim.
Vejo minha dor interminável quando percebo
Que nada disso tem valor pra você...
Meu coração, a cada dia, tornou-se "depósito"
De feridas que nem o tempo irá cicatrizar.
Existe apenas em meu olhar a sombra do que se foi.
E cada vez mais crescem em minha volta
Rastros de desilusão.


Isis
Comentários pendentes retribuirei amanhã.
Grata! Beijos de paz e gratidão!

 
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 29/07/2013
Alterado em 30/07/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras