Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



flor_solidao.jpg



Hora de Dizer Adeus!







Quando a chuva não mais cair em meu jardim
Quando as roseiras deixarem de florir
Quando o sol deixar de brilhar intensamente
Quando o lago dos meus olhos secar bem de repente
Quando a tarde levar para longe toda minha espera
Quando a noite não tiver o aconchego dos braços teus
Quando nas manhãs não mais puder curtir a primavera
Quando minha voz deixar de cantar ou recitar versos de amor
Quando meus olhos não mais enxergarem o horizonte
Quando minhas mãos perderem a razão para te acariciar
Quando a brisa que hoje é amiga, não entrar em minha janela
Quando os risos e as lágrimas de nós forem distantes
Quando nossos corações não baterem com o mesmo compasso
Quando a ternura não mais aquecer nossos beijos e abraços
Quando a incompreensão ocupar de nossos diálogos o espaço 
Quando entre nós não mais houver humildade nem perdão...
E nossos corpos não se "afinarem" com as mesmas sensações

Mesmo sofrendo e com o coração aos pedaços...

É hora de encarar a realidade e usar a maturidade para ter coragem de dizer...
                     
Adeus!!!!!! 




Isis Dumont





Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 27/12/2012
Alterado em 27/12/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras