Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos


 

jose-augusto-aguenta-coracao-ao-vivo-2008.jpg

Sábado


Todo sábado é assim
Eu me lembro de nós dois
É o dia mais difícil sem você
Outra vez os amigos chamam
Prá algum lugar
Outra vez
Eu não sei direito
O que eu vou falar...

Quero explodir por dentro
Inventar uma paixão
Qualquer coisa
Que me arranque a solidão
Um motivo prá não ficar
Outra noite assim
Sem saber se você vai
Voltar prá mim...

Eu já tentei
Fiz de tudo prá te esquecer
Eu até encontrei prazer
Mas ninguém faz como você
Quanta ilusão
Ir prá cama sem emoção
Se o vazio que vem depois
Só me faz lembrar de nós dois...

Quero explodir por dentro
Inventar uma paixão
Qualquer coisa
Que me arranque a solidão
Um motivo prá não ficar
Outra noite assim
Sem saber se você vai
Voltar prá mim...

Eu já tentei
Fiz de tudo prá te esquecer
Eu até encontrei prazer
Mas ninguém faz como você
Quanta ilusão
Ir prá cama sem emoção
Se o vazio que vem depois
Só me faz lembrar de nós dois...(2x)


José Augusto
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 01/12/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras