Ísis Dumont -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos



0c4233e3d60cfc0f8182e50db15f3608cc3f9262.jpg



Eu Tenho Sede




Senhor, 
eu tenho sede.
No caminhar difícil da minha vida,
eu tenho sede.
Nos abandonos, nas perdas, nas incompreensões,
eu tenho sede.
Na miséria dos meus pecados,
eu tenho sede.
No passado que me atormenta,
eu tenho sede.
No futuro que me amedronta,
eu tenho sede.
No presente que me entristece,
eu tenho sede.
Eu quero água, Senhor.
Eu quero água viva.
A água me lava e me alimenta.
A água que me lembra o nascimento, o batismo, o mar...
Eu quero a água viva que me mostra o mar de possibilidades que eu tenho
na vida.
Nada nem ninguém poderá me roubar o futuro.
Eu quero água viva.
Eu quero esse alimento, Senhor. 
Obrigado, porque apesar de tantos que não me veem, não me reconhecem, não gastam tempo comigo, o Senhor
está aqui.
Fica mais tempo, Jesus.
tua conversa me dá vida nova.
Amém
.



 

Pe. Marcelo Rossi
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 03/10/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras