Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos





          "Nunca diga te amo se não te interessa. 

Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem. 

Nunca toque numa vida se não pretende romper um coração. 
Nunca olhe nos olhos de alguém se não quiser vê-lo se derramar em lágrimas por causa de ti. 

A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você quando você não pretende fazer o mesmo
."

Mario Quintana



QUEM SABE, UM DIA....




Quem sabe, um dia...
Serei  raio de sol a invadir teu despertar.
Serei água cristalina
No teu corpo a deslizar.

Quem sabe, um dia...
Estarás saciado em meu colo.
E eu farei uma linda canção e
Cantarei pra te fazer dormir.

Quem sabe, um dia...
Serei chuva a regar os teus caminhos.
Serei mar a inundar os teus desejos.
Serei alimento a saciar tua boca com meus beijos.

Quem sabe, um dia...
Serei poema a declarar-te meu amor.
Serei melodia a provocar tuas emoções
E a brisa que suaviza tuas sensações.


Quem sabe, um dia...
Meu olhar se veja em teu olhar.
Meu coração irá pulsar junto do teu.
Nosso destino para sempre nos unirá.

Quem sabe, um dia...
Nós dois, enfim...
Seremos morada um do outro:
Eu em você e...
Você em mim!



Isis Dumont




Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 25/06/2012
Alterado em 25/06/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras