Aparecida Ramos -  Prosa e Verso

Apenas palavras que a alma e o coração não calam.

Textos

NA SESSÃO DE ONTEM À NOITE...




lixo12abr.jpg



Ontem, após o feriado da semana Santa, houve mais uma Sessão Ordinária na Câmara Municipal de minha cidade - Sertãozinho - PB.

Entre outros assuntos pautados na Ordem do dia, eu não pude deixar de lembrar a problemática que envolve os nossos amigos trabalhadores, que realizam um trabalho bastante relevante para o meio ambiente e consequentemente para a população de meu Município, porém, diga-se de passagem em condições muito precárias.

A imagem acima, retirada da Internet, não é nenhum pouco diferente da realidade dos nossos "artistas da coleta Seletiva". Por falta de um local adequado para acondicionar os materiais recolhidos do lixo, eles trazem para guardar em suas próprias residências, enquanto aguardam o dia que o pessoal a quem eles vendem, venha fazer a retirada.


Fiquei "chocada" quando passei há poucos dias nas ruas onde moram esses amigos e constatei os montes de embalagens e outros materiais amontoados em frente às residências e nos quintais. Penso que o meu amigo Eduardo nem consegue mais abrir a porta dos fundos de sua casa, devido a grande quantidade de material ali acomodado.
Como Vereadora representante da população sertãozinhense, eu não poderia ser omissa nem compactuar com tamanho descaso.
Em 2009 (1° ano do atual Mandato) me sensibilizei com o trabalho árduo e sem perspectiva desses cidadãos/cidadãs e, tive a iniciativa de levar para a Câmara Municipal um Requerimento, no qual solicitei do Executivo Municipal a construção de um Galpão para que os mesmos pudessem dispor de um local digno para organizar e guardar os materiais coletados. Afastando, com essa simples atitude, o risco de contaminação e  a possibilidade de várias doenças para a população, incluindo também alguns acidentes, principalmente para as crianças que ficam em contato direto com o local do lixo nas ruas onde moram.

Ontem, senti a necessidade de lembrar essa Propositura aprovada por unanimidade há três anos atrás. Entretanto, não houve nenhum sinal da parte do Executivo, de que um dia o meu pedido aprovado e confirmado pelos demais Vereadores (9 no total) seria atendido, para beneficiar aos trabalhadores supracitados. Mesmo assim, renovei meu pedido para que o sr. Prefeito seja um pouco mais sensível à essa causa, e providencie a construção de um espaço que venha trazer mais dignidade para os trabalhadores.


Caríssimos (as), digo-vos com toda convicção e sinceridade, essa é uma das maiores frustrações, não somente minha, mas dos demais Companheiros que compõem o Legislativo Municipal. É a ausência (total) de ações provenientes dos Requerimentos apresentados e aprovados na Câmara Municipal. Por mais relevante que seja a Propositura, no nosso entendimento e de qualquer cidadão (ã) que olhe pelo lado da razão, acaba não tendo importância nenhuma para o sr. Gestor.


Fui, sou e serei porta-voz, com muito orgulho, dos meus irmãos e amigos (as) habitantes de meu município. Enquanto valer o meu Mandato não "arredarei o pé" e farei da Tribuna da Câmara o "meu palco", onde, com muita humildade, muita coragem e responsabilidade defenderei os direitos daqueles e daquelas que lá são também por mim, legitimamente representados.

Que Deus nos abençoe e ilumine sempre, para termos a coragem e a persistência para levar até o fim, com criatividade e responsabilidade a missão para a qual Ele nos designou.



Amores (poetas, poetisas e leitores) do Recanto, sou consciente de que esse assunto está diretamente relacionado a questão local (minha cidade), no entanto, tomo a liberdade de postar em minha página, pensando em você que me ler, que gosta ou admira meu trabalho como aprendiz de poeta e simples representante do meu povo.
Agradeço-lhe pela compreensão e leitura.

 
EXCELENTE FINAL DE SEMANA para você!
Um beijo de paz em sua alma! E o melhor de mim.  (Isis Dumont)


Aparecida Ramos
Vereadora - PR
Aparecida Ramos(Ísis Dumont)
Enviado por Aparecida Ramos(Ísis Dumont) em 14/04/2012
Alterado em 14/04/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras